Autotransformadores: o que são e para que servem?

Os autotransformadores são, muitas vezes, uma incógnita para a maioria das pessoas. No universo da eletricidade e da eletrônica, existem inúmeros dispositivos que desempenham papéis fundamentais, mas permanecem ocultos para o público em geral. Os autotransformadores fazem parte desse seleto grupo e sabemos que não é todo mundo que entende o que são e para que servem. Então, se quer descobrir, continue acompanhando o post de hoje até o fim.

 

O que é um autotransformador?

Em resumo, o autotransformador é uma variante especial de transformador que possui uma única bobina ou enrolamento, ao contrário dos transformadores convencionais que têm dois ou mais enrolamentos isolados. Aqui, uma parte do enrolamento serve como enrolamento primário, enquanto outra parte serve como secundário. Sendo assim, ambas as partes são, na verdade, fisicamente interligadas e, assim, uma corrente no primário induz uma corrente no secundário através da indução eletromagnética.

 

Quais são as vantagens dos autotransformadores?

Os autotransformadores possuem diversas vantagens em comparação com os transformadores convencionais. Uma das principais é que devido ao fato de possuírem uma única bobina, eles são geralmente menores, mais leves e mais baratos. Sendo assim, podemos afirmar que são mais adequados para aplicações onde as variações de tensão são mais moderadas.

 

Aplicações práticas dos autotransformadores

 Para entender melhor para que servem os autotransformadores, separamos algumas aplicações práticas. Portanto, um dos usos mais comuns é na regulação de tensão em redes elétricas. Eles são frequentemente utilizados em sistemas elétricos para ajustar a tensão de acordo com a demanda, garantindo que equipamentos e aparelhos recebam a quantidade adequada de energia.

Então, assim como nos estabilizadores de tensão, os autotransformadores são frequentemente usados em equipamentos eletrônicos para adaptar a tensão de entrada à tensão necessária para o funcionamento adequado do dispositivo. Inclusive, quando você viaja para um país com uma tensão de rede diferente e usa um adaptador de tensão para o seu aparelho, há uma boa chance de um autotransformador estar em ação ali.

Além disso, eles também encontram aplicação em sistemas de som de grande potência, onde são usados para combinar impedâncias entre amplificadores e alto-falantes, garantindo a eficiência máxima da transmissão de energia.

Sendo assim, os autotransformadores, embora menos conhecidos que os transformadores convencionais, desempenham um papel fundamental em muitas aplicações elétricas e eletrônicas. Sua capacidade de ajustar e regular tensões, combinada com sua natureza compacta e econômica, os torna uma escolha atrativa em muitos cenários. No entanto, é crucial compreender todo o funcionamento para garantir que sejam usados de maneira segura e eficaz.

Ligamos para Você